O seu corpo de menina
Em minhas retinas entrou e ficou
Refletia a ingenuidade
E em mim a vontade te ter seu amor
Você com o seu jeito meigo
Meiguice morena me fez sonhador
Me transformando em um menino
Ao próprio destino você me entregou…
Cai no conto da ingenuidade
Pois na realidade a criança fui eu

Menina por que fizeste amor com tanta perfeição
Armei a rede da maldade caiu meu próprio coração

Como pude preparar armadilhas do amor
Preso dentro dela estou
Por um corpo sedutor.

Anúncios