Quando perguntaram ao abade Antonio se o caminho do sacrifício levava ao céu, este respondeu:

– Existem dois caminhos de sacrifício. O primeiro é o do  homem que  mortifica a carne, faz penitência, porque acha  que  estamos condenados.  O homem que o segue, sente-se culpado, e julga-se indigno  de viver  feliz.

“O segundo caminho é percorrido por aquele que, embora sabendo que o mundo não é perfeito  como desejamos, reza,  faz  penitência,  oferece seu tempo e seu trabalho para melhorar o ambiente ao  seu redor. Então ele entende que a palavra sacrifício vem de sacro ofício, o ofício sagrado.  Neste caso, a Presença Divina o ajuda o tempo todo, e  ele consegue resultados no Céu”.

Paulo Coelho

Anúncios