Número 5 – O Deus da Transformação
Conta ele:
Disseram-me, quando me propus a ser um Deus, o Deus da Transformação, que por onde eu passasse nada poderia permanecer como antes.
Seria eu o responsável pelas mudanças.
Por isso, deram-me “as asas da liberdade”.
Poderia eu voar, ser livre e assim gerar mudanças.
Poderia estar em vários lugares quase que ao mesmo tempo.
Bastava apenas voar.
E assim fiz.
Saí pelo universo.
Voando entre as galáxias e mudando tudo que encontrava.
Num belo dia, fui chamado pelo Deus dos Deuses, que disse-me:
– Senhor Transformação. Podes me dizer onde está o sol ?
Em que lugar colocas-te a estrela Dalva ?
A dias procuro pelo planeta Terra e não o encontro.
Plutão, o último planeta do sistema solar, está cara a cara com a Lua.
– O que fizestes no universo?
– Ora senhor, transformei-o – respondi.
– Transformastes tudo numa grande bagunça.
Com suas mudanças colocaste em risco a vida no universo.
E agora que vais fazer ?
– Não sei senhor. Só sei transformar.
– Pois então, venhas comigo.
Acompanhei os passos do Deus dos Deuses.
Calmo e tranqüilo, ele colocou tudo que eu havia transformado, em seus devidos lugares.
E o universo retornou a sua harmonia original.
E nesse momento, para tornar-me o Deus da Transformação precisei aprender a transformar sem alterar a harmonia das coisas.
Atendo pelo nome de SUDARFAT ou DARFATUS.
Bato asas pelo universo.
Em vôos rasantes no Planeta Terra.
E ao lado de cada humano desenvolvo a vontade de mudar.
Inserindo em seu ser cósmico, o sentimento de preservação da harmonia.

Mito dos Números – By http://www.annamarya.com.br/num_mito_num1.php