Número 6 – O Deus do Amor
Conta ele:
Para tornar-me uma Divindade tive que aprender a amar.
Teria o poder de evitar as brigas, as agressões e os desentendimentos.
Pois, estes fatores não representam o sentimento amoroso.
Por isso, seria eu um grande mediador.
Estaria sempre disposto a conciliar e a proporcionar entendimento.
Porém, decidi por conta própria acrescentar algumas atitudes a minha tarefa.
Se deveria patrocinar entendimento, poderia então evitar desentendimentos.
E, para isso, seria preciso interferir na vida das pessoas, impedindo-as de desentenderem-se.
Assim, tornei-me uma ponte de ligação entre as pessoas.
Dizia para um o que o outro pensava.
Relatava a todos o que um fazia.
Relembrava os compromissos assumidos.
Interferia nas escolhas alheias, com medo de que fossem erradas e produzissem desentendimentos.
Fazia tudo isso em nome do amor.
Pois, precisa eu gerar calma, tranqüilidade e entendimento entre as pessoas.
Mergulhei nessa tarefa apaziguadora. E, não percebi que as pessoas estavam se afastando de mim.
Quando dei-me conta não tinha ninguém ao meu redor.
Assustado, dirigi-me ao Deus dos Deuses e perguntei-lhe:
– Se essas pessoas me amavam, porque me abandonaram ?
Respondeu-me o Deus dos Deuses:
– Quem disse que elas o amavam ?
– Pensei que sim. Porque elas não me amavam?
– Terás que descobrir. Voltes ao Planeta Terra e as observe.
Passou algum tempo e voltei a falar com o Deus dos Deuses.
Disse-lhe:
– Pensava eu senhor; que para amar as pessoas seria preciso poupá-las.
Por isso, decidi interferir em suas vidas para evitar desentendimentos.
– E o que foi que descobristes observando as pessoas ? – disse o Deus dos Deuses.
– Descobri que para amar é preciso respeitar o direito das pessoas de descobrirem suas verdades sozinhas.
E assim, para tornar-me a Divindade do Amor, tive que dar às pessoas o direito de descobrirem os seus próprios caminhos e viverem as suas experiências.
Atendo pelo nome de MOCIVIC ou CIMOVIC
Com muita calma e tranqüilidade passeio pelo universo e implanto nas pessoas a vontade de transformar as experiências da vida em sentimento de amor.

Mito dos Números – By http://www.annamarya.com.br/num_mito_num1.php

Anúncios