Eu decidi apostar no mundo, então.
Imperfeito.
Mesmo que alguns dias sejam assim,
tão carregados com esse gosto de domingo.
Agora mesmo queria comer amoras que despencam doces de um canto cheio de sombra.
É noite, mas tá fazendo sol.
Meu rosto vira um jardim…flores, flores, flores.
A primavera sempre soube caber nas demais estações.
Eu gosto de me apaixonar à tarde.
Não sei o que esperar…espero tudo…quero tudo.
E vou…de mãos dadas com o que sinto,
nunca soube me economizar.
Vai ver, assim eu acabe sendo possível.
Minha caneta é sempre azul.