“Eu sou nostálgica demais,
pareço ter perdido uma coisa
não se sabe onde e quando”
Clarice Lispector