“Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de.
Apesar de, se deve comer.
Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer.
Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente
(…) Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.”