“Deixa eu te provar
Toda a mágica
E modificar essa história
Pois se eu não consigo ser
Simplesmente um bom amigo
É porque nem mal amigo eu posso ser

Deixa eu te provar
Não há lógica
Negligenciar toda a tática
E calar, pro nosso bem
Tudo aquilo que convém dizer
Quando eu entregar as flores pra você

Vai passar
E você nem vai lembrar
Vai passar, tudo passa

Vai passar
Pense em mim quando acabar
Vai passar, tudo passa

Deixa eu te provar
Uma lágrima
Pode derramar da memória
E trazer consigo as dores
De quem teve amores como eu
E não foi capaz de compreender
O que aconteceu

Vai passar
Tudo um dia há de acabar
Vai passar, tudo passa

Vai passar
E enfim, pra terminar
Vai sorrir e achar graça

Vai sorrir
E achar graça.”

Anúncios