Gosto de olhar tuas reticências, tuas palavras engasgadas, meio ditas de trovejo, quase sempre impensadas.
Gosto das tuas exclamações inéditas e silenciosas, das tuas vírgulas gritantes e inexatas, suas interrogações ousadas.
Gosto de gostar dos fatos e também dos gestos. Das tuas prosas e dos…